Após a entrega definitiva da obra, iniciam-se as atividades de manutenção, com o objetivo de promover o correto funcionamento dos equipamentos e softwares, de modo a reduzir falhas, corrigir quebras ou evitar mal funcionamento. A manutenção preventiva tem como objetivo detectar e corrigir precocemente qualquer alteração nos padrões de funcionamento dos equipamentos e softwares que evidenciem queda de desempenho ou falha futura, o que aumenta a disponibilidade do equipamento e diminui a ocorrência de sinistros causados pelo não funcionamento do equipamento ou software. A manutenção corretiva, por sua vez, visa corrigir problemas apresentados pelo equipamento ou pelo software e que, de forma total ou parcial, impedem o seu correto funcionamento. Além desses tipos de manutenção, a Módulo Segurança disponibiliza atividades de manutenção preditiva – por meio da qual, para além da detecção e da correção precoces do problema, se busca, utilizando-se estatísticas e análise dos dados coletados em campo, prever o estado futuro do equipamento ou o seu tempo de funcionamento, o que possibilita ampliar sua vida útil – e atividades de manutenção evolutiva – por meio da qual se espera agregar novas funcionalidades ou recursos adicionais disponíveis a cada manutenção preventiva ou corretiva executada. A contratação dessas modalidades de manutenção  pode ou não incluir SLA (Service Level Agreement) ou pode ser realizada por meio de chamados avulsos, de acordo com as necessidades do cliente. No contrato, podem ser incluídas peças reservas para a troca ou a substituição de equipamentos em campo que apresentem problemas, até o retorno das peças originais das manutenções em laboratório.